Temperos indispensáveis numa despensa portuguesa

editor

Já deves ter percebido que os sabores que fazem parte da gastronomia portuguesa não são nada aborrecidos ou desapontantes, e como é habitual, não há cozinha, nem prato português, onde não se inclua sempre aquele toque especial de uma especiaria intensa ou de uma erva aromática incrivelmente fresca.

Se ficaste com vontade de recriar os temperos lusitanos, damos-te aqui uma série de temperos para começares a ter na tua despensa e brilhares na cozinha como um verdadeiro Chef, seja dentro ou fora de Portugal!

 

Azeite

Azeite

Para começar ou terminar um prato, o português tem sempre à mão uma garrafa de bom azeite muito devido ao facto de Portugal estar localizado na região mediterrânica, onde as oliveiras são facilmente cultivadas.

 

Alho

Alho

Outro tempero muito utilizado na cozinha mediterrânica é o alho! Picado, às rodelas, em pó ou inteiro, o alho é utilizado em refogados, pratos de carne, peixe e também em saladas, massas e arrozes. Mas é preciso comer com moderação, porque é muito intenso, tanto que até dizem que afasta os vampiros!

 

Louro

Louro

Com um aroma muito característico, as folhas de louro fazem parte dos mais variados e compostos pratos portugueses, como o cabrito ou o borrego assado no forno e a chanfana.

Sabias que as tradicionais coroas oferecidas aos vencedores das Olimpíadas na Grécia eram feitas de galhos e folhas de louro?

 

Colorau

Colorau

Também conhecido como pimentão-doce, ou paprica, o colorau é muito apreciado pelo seu sabor e aroma, mas o que o verdadeiramente o define são as suas propriedades corantes que oferecem uma cor intensa a pratos de arroz, carnes e caldeiradas.

Sabias que o colorau é obtido a partir da secagem e moagem de pimentos macios ou ligeiramente pungentes?

 

Alecrim

Alecrim

Fresco, ou mesmo seco, o alecrim exala um aroma muito próprio que combina perfeitamente na preparação de assados, sejam eles de carnes, batatas, churrascos, bem como com sopas e molhos. É por isso que na Páscoa se tempera o borrego com alecrim, para dar ainda mais sabor a este delicioso prato!

Sabias que se colocares uns raminhos de alecrim nas brasas de um churrasco, a carne vai ficar ainda mais apetitosa?

 

Coentros

Coentros

Os coentros são uma erva aromática muito apreciada em Portugal, e o ingrediente principal das famosas ‘Coentradas’. Estes são pratos onde a única regra é usar e abusar dos coentros, como é o caso dos Pezinhos de Porco de Coentrada. 

Sabias que, para além das folhas frescas, também podes utilizar os caules desta erva aromática em sopas e estufados? 

 

Malagueta

Malagueta

Para momentos de pura explosão de sabores quentes, os portugueses são grandes apreciadores da malagueta, seja ela utilizada em flocos secos ou num intenso molho de piripíri, dando o toque picante perfeito sem pôr a língua a arder ou os olhos a chorar.

 

Canela

Canela

Para as sobremesas, há uma especiaria que não deixa ninguém indiferente: a canela, como é óbvio! De aroma intenso e sabor quente, levemente acre no início e com um final doce, a canela aromatiza e decora bolos, biscoitos, compotas, licores e o cremoso arroz doce português.

 

E, tu? Tens algum tempero especial que gostes de usar sempre nos teus cozinhados?